Do jardim para a mesa: colhendo flores para a refeição

dia-21-9-2016-como-escolherSeguindo a nossa série sobre flores comestíveis, hoje o Senhor Sabor te dá algumas dicas de como escolher as flores para preparar um prato delicioso, nutritivo e, claro, lindo! Como já falamos, não devemos sair colhendo flores em qualquer lugar, é preciso estar atento a alguns detalhes. Anote:

– Identifique a fonte: é muito comum o uso de produtos químicos, por isso, o ideal é saber de onde elas vêm e como é o seu cultivo. Flores de floricultura não são indicadas para consumo e no supermercado é preciso ter atenção ao rótulo. Elas devem conter uma inscrição dizendo que são comestíveis. O mais bacana é você escolher uma flor e o que deseja cozinhar, e então cultivá-la em seu próprio jardim. Dicas aqui.

– Prefira flores orgânicas: se você não tem espaço para cultivar, procure hortas ou fazendas que trabalham de forma orgânica, eles poderão te indicar os melhores lugares. Hoje, a grande maioria das flores encontradas são pulverizadas com pesticidas, até porque ainda não há o hábito de consumi-las.

– Hora da colheita: se plantar em casa ou for buscar em uma horta orgânica, fique de olho no horário da colheita, o melhor é logo de manhã cedo após a secagem do orvalho. No meio do dia não é indicado, pois as flores podem estar secas, o que prejudica o sabor.

– Não colha na rua: essas flores ficam muito expostas aos carros que passam na rua e aos animais domésticos, que podem fazer suas necessidades nelas ou próximo a elas.

– Armazenagem: o adequado é colocar as flores em saco plástico e depois dentro de um recipiente fechado, para evitar que murchem. E sempre lave antes de consumir.

Tem mais dicas do uso das flores na gastronomia nesta semana. Fique de olho no blog!

 

 

(Visited 6 times, 4 visits today)

Deixe uma resposta