Arquivo da tag: Dona Fulana

Dona Fulana e as massas caseiras da Box Italiano

foto_021-2016-box-italianoJá com tantas delícias no cardápio, a Dona Fulana não cansa de apresentar novidades aos consumidores. Sempre em busca de surpreender, a confeitaria de Blumenau iniciou, neste mês, uma parceria com a Box Italiano, marca criada no Paraná há 12 anos e que agora vem para Santa Catarina. Além das opções de sobremesas, cafés, tortas e lanches, o menu da casa passou a oferecer 18 tipos de massas caseiras com variadas opções de molhos. O diferencial é que o cliente monta o prato conforme o seu gosto, escolhendo primeiro um tipo de massa e depois um molho de sua preferência.

Para atender o público nesse novo nicho, a confeitaria vai contar com uma área externa especial para almoços, jantares e happy hour.

Dona Fulana
Alameda Rio Branco, 287, Centro, Blumenau (SC)
Terça a sexta, das 12h às 20h
Sábados e domingos, das 15h às 20h

Sobremesas famosas reservam grandes histórias

Alguns doces logo conquistam o nosso paladar e já se tornam parte do cardápio diário, não é mesmo? Mas você já parou para pensar quando, onde e como eles surgiram? O chef e proprietário da rede Dona Fulana, Thiago Ribeiro, defende que conhecer a história daquilo que estamos comendo é algo fantástico, pois nos faz sentir próximos de determinada região. Sem contar que, as curiosidades do meio gastronômico reservam grandes histórias.

Clássicos como Marta Rocha, Tiramisù e Red Velvet encabeçam a lista das sobremesas preferidas do público e não é por menos, afinal, as três opções possuem sabores únicos e receitas elaboradas criteriosamente. Na Dona Fulana, eles foram adaptados para as tradicionais mini tortas da confeitaria. “Aqui o cliente não escolhe por uma fatia de sua torta predileta e sim por sua mini torta, garantindo que todos os sabores sejam degustados”, comenta o proprietário da franquia de Blumenau, Cesar Toscan. Ficou curioso pra saber como essas delícias foram criadas? Confira as histórias:

Foto_017-2016 (Mini torta Marta Rocha)_menor

Marta Rocha
A Marta Rocha está entre as tortas mais tradicionais e conhecidas do Brasil. Sua receita original foi criada em Curitiba, por um confeiteiro espanhol, em homenagem a Miss Brasil 1954, Marta Rocha, que havia ficado em segundo lugar no Miss Universo. Hoje há diversas versões da torta por todo Brasil, mas ela ainda é mais conhecida e apreciada no Sul do país. “Na Dona Fulana fizemos uma versão mini da famosa torta onde a baba de moça, massa crocante e ameixas não podem faltar”, destaca Ribeiro.

Foto_016-2016 (Mini torta Tiramisu)

Tiramisù
É uma sobremesa tipicamente italiana, possivelmente originária de Treviso, região do Vêneto. Existem várias vertentes pra origem da receita, contudo, sabe-se que o café foi adicionado posteriormente e a partir daí deu-se o nome Tiramisù, que quer dizer “levanta-me”, por ser uma composição altamente energética. Esta sobremesa era considerada afrodisíaca pelo café e cacau em pó e, por isso, era apreciada antes de encontros amorosos. Com base de biscoito champagne, receita tradicional, na Dona Fulana ela ganhou uma versão em forma de mini torta à base de pão de ló, chocolate, brigadeiro e café. Uma combinação pra lá de energética e deliciosa.

Foto_015-2016 (Mini torta Red Velvet)

Red Velvet
Chamado aqui também de Veludo Vermelho, é o bolo mais vendido nos Estados Unidos. Poucos sabem, mas o bolo vermelho se popularizou durante a Segunda Guerra Mundial quando estavam faltando certos alimentos e os chefs passaram a usar beterraba como ingrediente que, além de conter açúcar em suas propriedades, leva uma grande quantidade ferro. Foi assim que os bolos ganhavam a coloração vermelha. O Red Velvet tem um sabor mesclado entre o doce e o “azedo” do cream cheese.

Dona Fulana Blumenau
Avenida Alameda Rio Branco, 287, Centro
Horário de atendimento: De terça a sexta das 12h às 20h. Sábados e domingos das 15h às 20h.

Café colonial no jardim de Santo Antônio de Lisboa

13731468_1343951922300415_2149534688017288484_n

Imagine a brisa do mar, uma faixa de areia tranquila, casarões antigos e um café repleto de delícias. Este é o Dona Ciclana, um café recém-inaugurado em Florianópolis, mais precisamente no Bairro Santo Antônio de Lisboa, que alia boa gastronomia com um cenário digno de filme.

Já famoso pelas mini tortas da confeitaria Dona Fulana, o empreendedor Thiago Ribeiro se uniu a Jean Alphonse para a novidade que promete deixar um pouco a sofisticação de lado para investir nos sabores da infância. Sem o uso de misturas pré-prontas, o Dona Ciclana aposta, por exemplo, em bolo de laranja, pavê, arroz doce e manjar de coco. Receitas tradicionais que não encontramos facilmente em outras confeitarias.

Ao todo, são mais de 60 tipos de pratos e durante a semana serve esses doces vistos como “retrô” com cafés e chás especiais. Já aos fins de semana, o Dona Ciclana oferece um café colonial, com bolos, tortas, cucas, risotos, empadões, sopas, quiches, lasanhas, pizzas, risotos, pão de queijo, coxinhas, polenta, ovos mexidos, pães e geleias caseiras, além de suco de laranja e de uva, iogurte, leite, café, achocolatado e chás.

Outro diferencial, além do sabor totalmente artesanal, é a possibilidade de realizar um piquenique em um dos cantinhos mais charmosos da Ilha da Magia. O café oferece toalhas para aqueles que quiserem tomar café no jardim. Imperdível! Então, anote o endereço: o Dona Ciclana fica na Rua Padre Lourenço de Andrade, 496, Santo Antônio de Lisboa, Florianópolis. De terça a sexta-feira das 13h às 19h, doces, chás e cafés à la carte. Sábados, domingos e feriados das 13h às 20h, café colonial R$ 45 por pessoa. Mais informações (48) 3334-3697.

13892236_1350040828358191_4011508246173544621_n

Popular nos EUA, o Donuts ganha sua versão hambúrguer e chocolate quente na Dona Fulana

Foto_012-2016(Gran Gateau banana com Ovomaltine)

Recém inaugurada em Blumenau, a Dona Fulana não para de surpreender seus clientes com as suas gostosuras. Assim como a loja matriz, em Florianópolis, a filial na terra da Oktoberfest lança nesta semana um novo cardápio. Entre as novas delícias, estão algumas opções inusitadas e criadas especialmente para a confeitaria, como o Donuts Burguer e o chocolate quente de Donuts e de Brownie.  “Estamos sempre em constante pesquisa e desenvolvimento de testes, não paramos de pensar em coisas novas. Inovar é uma marca registrada da Dona Fulana. Nem lançamos este e já estamos falando da próxima releitura”, afirma a proprietária, Darlene Gomes Toscan. As novas opções seguem no cardápio por três meses, quando a marca renova novamente o menu.

Foto_010-2016 (Donuts Burger)

Com a chegada do Inverno, a procura por bebidas mais quentes aumenta consideravelmente e, pensando nisso, a Dona Fulana criou verdadeiras obras de arte como o chocolate quente de Donuts, que em sua montagem leva dois donuts de chocolate, muito confeito e chantily. Ainda no time dos doces, tem o chocolate quente de Brownie, Torta de Sorvete Banoffi e a Coxinha de Paçoca. A linha Gran Gateau, ganhou uma versão ainda mais saborosa com banana e Ovomaltine.

Foto_011-2016 (Chocolate quente Donuts)

No quesito salgado, a confeitaria não deixou a desejar. A partir de agora são oferecidos hot dog, sanduíche parmegiana, sanduíche de carne de panela e o delicioso e inédito donuts burguer. “Este lanche foi criado inspirado em um sanduiche com o pão tipo donuts americano que eu vi em uma viagem à Europa. Sempre buscamos inspirações em diversas regiões para criar os nossos pratos”, explica o proprietário e chef da rede, Thiago Ribeiro. Além do pão diferente do tradicional, o Donuts Burguer acompanha 180 gramas de hambúrguer artesanal, maionese temperada, queijo cheddar, molho barbecue, bacon rústico, alface e tomate.

Foto_013-2016(Sanduiche carne de panela)

Foto_014-2016(sanduiche parmegiana)

 

Seis delícias que você só encontra no Inverno

As temperaturas abaixo de 0ºC no Sul do país têm feito com que as pessoas procurem alternativas para se manterem aquecidas. Há quem não goste do Inverno, mas não dá para negar que a estação mais fria do ano proporciona momentos bem mais aconchegantes. Confira seis dicas de pratos e bebidas deliciosas que encontramos só neste período e que, por isso, devem ser apreciadas sem moderação:

 

Tainha: rico em fósforo, ômega 3, potássio e selênio, o peixe é tradicional e muito apreciado em Santa Catarina, onde sua pesca é regulamenta e considerada um patrimônio cultural. Estima-se que nesta temporada sejam capturadas 1,8 mil toneladas. Pesquisas realizadas na Costa Verde & Mar, entidade que busca o desenvolvimento do turismo em 10 cidades do Litoral Norte catarinense, apontam que as tainhas chegam à região em busca de águas não tão geladas e cada cardume pode atingir 50 centímetros de comprimento com cerca de sete quilos de peso.

Peixe-assado-em-folha-de-bananeira-_MG_7759

 

Festivais de gastronomia: diferentemente do Verão, a estação mais fria pede comidas mais quentes e “pesadas”. Então, que tal aproveitar um festival que valoriza a comida germânica? Pomerode realiza todos os anos o Festival Gastronômico nas primeiras semanas de julho. Em 2016, o tema será “Os Sabores da Pomerânia”, região que deu origem à cidade mais alemã do Brasil. Serão 10 restaurantes da cidade e mais de 70 opções de pratos.
13407270_859169370856294_502540143449012314_n

 

 Fondue de chocolate: você vai dizer que é muito frio para sair, mas eis que surge a opção de preparar um fondue em casa. A Nugali Chocolates oferece os sabores Chocolate ao Leite, Zero açúcar ao Leite e Chocolate Amargo, que podem ser combinados com frutas, tapioca, marshmallow e waffles. Como o produto vem em um recipiente cerâmico e refratário, basta remover o lacre e a tampa e aquecer no micro-ondas. Embalagem de 200g e preço médio de R$ 30. Disponível nos pontos de venda ou no e-commerce.

Foto_041-2016 (fondue ao leite)

 

Sequência de fondue: mas se você quer aproveitar a variedade que só um fondue profissional tem, a dica é procurar por estabelecimentos que preparam ações diferenciadas neste período. No Figueira Restaurante, por exemplo, são oferecidas mantinhas para cobrir as pernas e alguns aquecedores são colocados em diversos pontos do ambiente. O cardápio da casa também se prepara para o Inverno com o fondue, que pode ser consumido em forma de sequência ou separadamente, nos sabores queijo, carne e chocolate. A receita leva ingredientes nobres, além de mais de 20 opções de acompanhamentos.

Foto_012-2016 (Fondue)_menor

 

Cervejas encorpadas: e para harmonizar com tanta comida boa, o Inverno parece pedir um bom vinho. Porém, também é possível apreciar boas cervejas nesta estação. As baixas temperaturas são ideias para estilos mais fortes e encorpados, como Bock, Brown Ale e Strong Scotch Ale. O beersommerlier da Das Bier, Leandro Schmitt, explica que estas cervejas possuem teor alcoólico acima de 6% e devem ser consumidas a temperaturas um pouco superiores, a partir de 8ºC. “O álcool mais evidente ajuda a promover uma sensação de aquecimento. Também é interessante buscar aromas como chocolate, café e outros mais fortes”, complementa.

Foto_002-2015_menor (Schokoladen-Imagem ilustrativa)

 

 

Chocolate quente e cafés elaborados: quem prefere evitar o álcool também encontra bebidas com a cara da estação mais fria do ano, como o chocolate quente com chantilly e cafés mais elaborados. Na Dona Fulana, para tornar a experiência gastronômica ainda mais completa, há baristas que harmonizam as tortas doces ou salgadas com o café certo. Um exemplo é a combinação de leite vaporizado, chocolate e café espresso, ideal para acompanhar uma torrada de frango ou um sanduíche natural.

Foto_009-2016(cappuccino brasileiro com chantilly)