Arquivo da tag: feijão

Como se chama? – parte 2

Nesta semana, o Senhor Sabor relembra alguns alimentos que possuem nomes diferentes em diferentes regiões do Brasil. No dia 2 de julho listamos algumas opções e hoje trazemos mais 10 alimentos e suas variações. Confira:

11. Banana
A banana, que no estado de São Paulo é chamada de nanica, é conhecida também como caturra em Minas Gerais. Pelo Brasil, ainda pode ser encontrada pelos nomes chorona, anã e baé.

Banana

12. Feijão
O feijão, em qualquer região de São Paulo, é conhecido como marrom ou também como feijão carioca.

Feijao

13. Polenta
 No Nordeste do país, a polenta é conhecida como angu.

Polenta

14. Cueca virada
Em São Paulo e no Rio Grande do Sul, você encontra a cueca virada, já em Santa Catarina as pessoas a chamam de orelha de gato. A palavra coscorão também é bastante comum.

Cueca virada

15. Chico balanceado
Esta sobremesa é super comum nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná com esse nome, já em outras regiões pode ser conhecida como manezinho araújo ou pé de anjo.

Chico Balanceado

16.Vaca atolada
 A “vaca atolada” é uma receita do interior brasileiro, muito popular nos estados de São Paulo e Minas Gerais.

Vaca Atoladas

17. Biscoito
 Para quem mora em São Paulo, bolacha é a palavra certa, já quem mora no Rio de Janeiro chama de biscoito.

Biscoito

18. Amendoim
Mandubi, mendobi ou manduí.

Amendoim

19. Vagem
Feijão Verde e Feijão de Corda Verde é como os nordestinos chamam a vagem.Vagem

20. Marisco
No Nordeste esta iguaria é conhecida como lambreta.

Marisco

Gostaram dos nomes? Conhece mais algum diferente? Compartilhe com a gente, deixe nos comentários!

 

Truques para não errar no preparo da feijoada

Foto_017-2016 (Feijoada)_menor Credito - Jooo Guilherme de Carvalho via Visualhunt

Feijoada e Inverno são praticamente palavras sinônimas. Com o frio que logo deve chegar, é aberta oficialmente a temporada desse prato considerado um item básico na mesa dos brasileiros. Há quem utilize a feijoada como fonte de renda em eventos sociais e também tem aqueles que aproveitam a época do ano para adicionar o prato ao cardápio de alguma comemoração como, por exemplo, festas de aniversário.

Luiz Antonio Bergamo, que trabalha há mais de 10 anos com embutidos e defumados e é sócio da empresa Olho, defende que, no preparo da feijoada, as carnes mais indicadas são costelinha de porco, lombinho, linguiça (podendo ser a Linguiça Blumenau), paio, bacon e carne seca. Muita gente tem dúvida com relação a quantidade de ingredientes necessária por pessoa. O especialista em carnes e chef do Figueira Restaurante, Caio Fontenelle, ensina alguns truques para fazer uma feijoada completa e não errar na quantidade.

Feijoada completa
Ingredientes (por pessoa):
150g de carnes sem osso (carne seca, lombinho de porco, linguiça, paio e bacon)
300g de carnes com osso (costelinha de porco)
90g de arroz (cru)
90g de feijão preto (cru)
1/2 laranja
4 folhas de couve
60g de farofa

Observação: as quantidades de feijão e arroz consideram os acompanhamentos sugeridos acima. Caso outros acompanhamentos sejam acrescentados, como aipim frito, torresmo e ovo, o ideal é reduzir um pouco os volumes.

Foto_003-2014 (Linguica Blumenau)_menor

Dicas de preparo:
1) Deixar o feijão de molho durante a noite, isso facilitará o cozimento. Utilize a água restante do molho para cozinhar o feijão.
2) Se usar carnes salgadas, dessalgue em água fria na geladeira durante a noite. Troque a água e mexa as carnes pelo menos três vezes.
3) Antes de fazer a feijoada, escalde as carnes para tirar um pouco da gordura e o restante do sal. Coloque na panela e cubra de água. Deixe ferver por mais uns 20 minutos e depois acrescente o feijão e cozinhe até chegar ao ponto.
4) Carnes prontas, como a linguiça e o paio, deverão ser escaldadas e colocadas no feijão após o cozimento das primeiras, como lombinho, carne seca e costelinha, para que não desmanchem no processo.
5) Pegue umas duas xícaras de feijão (cozido) com o caldo, bata no liquidificador e retorne à panela para que engrosse o caldo.
6) O tempero da feijoada é feito a parte e colocado ao final do seu cozimento, isso trará mais sabor e frescor ao prato. Prepare em uma frigideira um refogado com cebola, alho e bacon e umas folhas de louro e adicione à panela.

Olho Embutidos e Defumados
Rua Ribeirão Areia, 1822, Bairro Ribeirão Areia, Pomerode (SC)

Figueira Restaurante
Rua Mariana Bronnemann, 527, Bairro da Velha – Blumenau (SC)

Feijoada da Unicred no Alto Vale será neste sábado (1/8)

feijoada

Já começaram os preparativos para a 12ª Feijoada Unicred. Neste sábado (1º/8), os associados do Alto Vale irão comemorar os resultados da cooperativa de forma especial. Além da feijoada, servida na Casa de Eventos a partir das 11h, a organização preparou atrações para todas as idades, como o espaço para jogos inspirado nos cassinos de Las Vegas, com mesas de Black Jack, Poker e roletas.
Pelo primeiro ano, a tradicional feijoada ganhou três edições. Depois do sucesso das edições de Blumenau e Brusque, que reuniram cerca de 470 cooperados, Rio do Sul encerra o ciclo de eventos. “A Feijoada Unicred sempre foi um sucesso em Blumenau e, neste ano, decidimos descentralizar o evento e levar para outras regiões, incentivando a participação de todos os nossos associados”, explica o diretor executivo da Unicred, Agnaldo Leandro Ábila.
Os ingressos já estão disponíveis nas agências da Unicred de Rio do Sul com o valor de R$ 40 para associados e dependentes e R$ 80 para quem não é cooperado. Crianças de zero a seis anos não pagam ingresso e de sete a 18 anos, será cobrado meio ingresso.

Serviço:
O quê: Feijoada Unicred
Quando: Sábado, 1º de agosto.
Onde: Casa de Eventos – Rua João Ledra, 1.030, Taboão
Ingressos: R$ 40 para cooperados e dependentes e R$ 80 para não associados

Unicred Blumenau
www.unicred.com.br/blumenau
Rua Nereu Ramos, 476, Centro

Dicas para se dar bem na cozinha

Quantas vezes você já sentiu vontade de saborear uma comidinha caseira, mas acabou desistindo de prepará-la por medo de errar? Está na hora de deixar esse receio de lado e arriscar. Se o prato não ficar exatamente como você quer, não desista! Releia a receita, encontre o erro e tente novamente. Mas como gostamos de sempre trazer novidades para os iniciantes, o Senhor Sabor selecionou algumas dicas úteis para ajudar no dia a dia da cozinha.

Arroz mais soltinho
Use água quente no preparo, pois a fria retarda o cozimento. Adicione algumas gotas de suco de limão para que o arroz fique leve e solto. Utilize duas partes de água para cada parte de arroz. Para que a água não transborde da panela, adicione um pedacinho de manteiga ao cozimento.

arroz

Bolo fofo a qualquer hora
Verifique se você tem todos os ingredientes, acenda o forno e unte a forma. O bolo cresce melhor se assado logo após o preparo da massa. Use os ingredientes em temperatura ambiente, nunca gelados. Bata as claras até que fiquem firmes, mas não passe do ponto, pois a massa pode ressecar. Se a receita pedir para alternar ingredientes secos e líquidos, comece e acabe pela farinha. Não guarde o fermento na geladeira, porque mudanças de temperatura tendem a alterar o sabor e textura. Para verificar se ele está bom, coloque um pouquinho de fermento em um copo de água em temperatura ambiente. Se o pó borbulhar como um efervescente, significa que ainda pode ser usado. Bolos de chocolate ganham tom avermelhado se você acrescentar uma pitada de bicarbonato de sódio durante o preparo.

bolo-fofo

Feijão maravilha
Para engrossar o caldo, retire uma concha do feijão cozido e amasse os grãos. Retorne à panela e deixe no fogo por mais alguns minutos. Quer que ele cozinhe rapidamente, mantendo a cor e a textura? Então ferva os grãos por cinco minutos em água abundante, troque a água e termine o cozimento. Acrescente o sal apenas no fim, para ele ficar macio.

feijao

Pão caseiro nota 10
Enfie o dedo no pão em descanso até ele ficar todo coberto de massa e retire-o. Se após dois minutos o buraco permanecer, a massa já cresceu. Coloque a quantidade exata de sal indicada na receita. Em excesso, o fermento não agirá. Se colocar pouco sal, o pão ficará ressecado e sem sabor.

pao

Carnes suculentas
Amacie a carne de panela: acrescente uma colher de café de fermento em pó no cozimento. Frite os bifes em fogo alto para que fiquem suculentos. Tempere qualquer carne com sal somente na hora de servi-la. Isso ajuda a conservar o caldo e a maciez do corte.

carne

Frango saboroso
Para tirar o cheiro forte, lave o frango com água, esfregue suco de limão ou vinagre e, em seguida, enxágue. Antes de levar ao forno, pincele toda a superfície com manteiga ou margarina, para evitar que a carne resseque.

frango

Omelete mais fofinha
Ao preparar uma omelete macia, bata as gemas e as claras separadamente e, só depois, junte-as. Isso deixa o prato mais fofo.

omelete

Macarrão no ponto
Use 5 litros de água para cozinhar 500 gramas de massa. Quando a água ferver, acrescente uma colher de sopa de sal. Guarde o óleo para as massas frescas. Fios longos devem ser colocados inteiros na panela e dobrados, sem quebrar, com a ajuda de uma colher. Mexa com um garfo logo no início e, de vez em quando, durante o cozimento. Preste atenção no ponto, que deve ser al dente (cozido, mas resistente à mordida). Não confie na indicação da embalagem: vá experimentando a massa. Para que ela não grude, escorra a água assim que tirar do fogo, coloque em uma travessa e distribua o molho.

macarrao

Verduras e legumes coloridos
Quer manter a cor dos legumes e verduras? Cozinhe-os no vapor, assim eles também conservam os nutrientes e o sabor.

verdura

Favorita do Inverno, feijoada tem opções para todos os gostos

Com a chegada do Inverno, além dos casacos e cobertas, outra combinação perfeita com o frio é a de comidas e bebidas quentes. Tradição brasileira para o ano inteiro e grande favorita do Inverno, a feijoada é uma opção certeira para esquentar o almoço dos dias mais gelados. A versão mais tradicional do prato faz parte da cultura nacional, com carnes como orelha, rabo e pé de porco na receita. Mas existem opções de feijoada para todos os gostos, do light ao vegetariano.

Em alguns lugares do Brasil o feijão utilizado na receita pode variar, mas é o feijão preto que mais se destaca. Entre as carnes, uma boa receita tradicional não pode ficar sem pé de porco, rabo, bacon, costelinha e linguiça. A dica do supervisor do açougue da Rede Top Lontras, Diego Koprowski, e do açougueiro Osmar Bittelbrunn, é iniciar o preparo dois dias antes, cozinhando as carnes separadamente. “Outro detalhe que pode dar um toque especial à receita é separar o caldo do cozimento das carnes para depois adicionar ao caldo do feijão. Carnes que possuem cartilagem, como pé, orelha e rabo de porco, são importantes para o sabor do prato, mas podem não agradar visualmente os seus convidados. Nossa dica é retirá-las da panela antes de servir”, explicam.

Feijoada

Para quem não dispensa a feijoada, mas prefere uma versão mais leve, uma boa saída é trocar as carnes mais gordurosas por carne seca magra e cubos de lombo suíno sem gordura. A linguiça suína também pode ser substituída pelas suas variações de frango ou peru. E para o público vegetariano, como transformar essa receita tradicional sem perder o sabor? Legumes como nabo, berinjela e tomate podem se juntar ao tofu (queijo a base de soja) para não deixar ninguém de fora na hora de apreciar uma boa feijoada.

Prepare a sua feijoada tradicional
Rendimento: 20 porções
2kg de feijão preto
1Kg de carne seca
500 gramas de orelha de suíno1Kg de rabo de suíno
2Kg de pé de suíno
1kg costelinha defumada de suína
2kg de bacon de fumado
2 kg de linguiça calabresa
Tempero:
500 g de cebola picada
100g  cebolinha verde picadinha
50g salsinha picadinha
8 folhas de louro
200g de alho
Sal a gosto
Modo de preparo: Coloque o feijão de molho por 12 horas, coloque a carne seca para ferver duas vezes, antes de cozinhar, cozinhar passo a passo as carnes duras, em seguida as carnes moles. Quando estiver em meia fervura, coloque o feijão. Finalmente tempere o feijão. Sirva com couve, repolho, arroz branco, laranja (em salada) farinha de mandioca, farofa, torresmo.

Fica a dica: O restaurante Top Haus, da Rede Top de Navegantes, oferece todos os sábados, até o dia 26 de julho, a tradicional feijoada acompanhada por bebidas típicas brasileiras e música ao vivo. Um prato cheio para quem aprecia a gastronomia e a cultura do nosso país.