Arquivo da tag: Figueira

Blumenauenses já podem experimentar a melhor carne do mundo

Os cuidados específicos e o sabor marcante deram ao Kobe Beef o título de melhor do mundo. Há alguns anos, a carne da raça Wagyu vem conquistando os brasileiros que apreciam cortes selecionados e os prazeres da boa gastronomia. O gado, de origem japonesa, recebeu esse nome em homenagem a cidade de Kobe, onde há maior número de criadores. A excelência é garantida através da gordura encontrada entre as fibras que formam um marmoreio, o que segundo o chef e especialista em carnes, Caio Fontenelle, é algo muito valorizado entre os apreciadores do alimento.

 

ssblog281201 (2)

 

O chef também ressalta que essa gordura presente no Kobe Beef deixa a carne ainda mais macia e suculenta. “Durante o preparo, ela não se mistura com as fibras, mantendo o sabor característico da iguaria. Além de ser extremamente deliciosa, os especialistas e criadores defendem que a carne também é rica em gorduras saudáveis”.

 

ssblog281202

O Figueira Restaurante, especializado em carnes nobres, apostou no Kobe Beef como uma das novidades do cardápio de Verão. No estabelecimento, os clientes poderão apreciar o corte entrecot, uma peça de 600 gramas que serve duas pessoas e vem com quatro tipos de acompanhamento. O restaurante blumenauense é o primeiro e único da região a servir esse tipo de carne.

 

 

 

Comida de boteco ganha o público do Festival Brasileiro da Cerveja


Lingüiça com provolone e cebola. Essa é a sensação do estande que o Restaurante Figueira mantém durante o Festival Brasileiro da Cerveja que segue até amanhã (24/3) no Parque Vila Germânica, em Blumenau. A receita, inspirada na comida de bares mais tradicionais do Brasil, ganhou a companhia perfeita de cervejas artesanais servidas durante o Festival. Caio Fontenelle, proprietário do Figueira, surpreendeu-se com a saída deste prato. “Na noite de ontem (quinta feira, 22/3) entre as quatro opções que oferecemos no estande que montamos em parceria com Pepper Jack, vendemos 400 pratos. Desse montante, cerca de 40% foi somente a Lingüiça com provolone e cebola. Uma grande surpresa”.